Rádio Comunitária Liberdade FM

Fone: (55) 3334-1147
E-mail: acadesca@gmail.com

Biodigestor poderá ser instalado em Augusto Pestana

14/08/2021

Biodigestor poderá ser instalado em Augusto Pestana
O projeto para instalação de um biodigestor em Augusto Pestana foi discutido na quarta-feira (11) por representantes de diversas instituições. O objetivo é aproveitar resíduos (especialmente fezes de bovinos) para a produção de biogás, útil, dentre outras coisas, para aquecer água, manter acesa a chama do fogão e produzir biofertilizante para a agricultura. Ainda de acordo com o projeto, o biodigestor deverá ser instalado no Instituto Regional de Desenvolvimento Rural (Irder), com sede em Augusto Pestana, mantido pela Fundação de Integração, Desenvolvimento e Educação do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul (Fidene). Instalado no Irder, a tecnologia poderá servir de estudo, especialmente para estudantes e agricultores, interessados na construção de biodigestores nas propriedades rurais.

Participaram do encontro o prefeito de Augusto Pestana, Darci Sallet, o vice-prefeito Gilberto Zardin, o secretário Municipal de Agricultura e Meio Ambiente, Cláudio Santos, o gerente e o gerente adjunto da Emater/RS-Ascar da região de Ijuí, Carlos Turra e Vito Cembranel, extensionistas rurais da Emater/RS-Ascar Fábio Júnior Toledo e Erni Breitenbach, o representante do Sebrae, Leandro Rittel, o coordenador do Irder, engenheiro agrônomo Cesar Sartori, e a coordenadora do Inova, Bárbara Censi.

O projeto também está sendo debatido pelo Governo do Estado, no âmbito da Secretaria Estadual da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr) e Secretaria de Inovação, Ciência e Tecnologia (SICT).

BENEFÍCIOS
A expectativa é que o biogás possa reduzir custos com energia elétrica, gás e adubo no meio rural; oferecer ganhos monetários, ao transformar passivos ambientais em ativos energéticos e econômicos; e reduzir o mau cheiro e a população de moscas em torno dos animais.

É um projeto que tem indicadores de qualidade, vindo ao encontro da sustentabilidade”, disse o gerente regional da Emater/RS-Ascar, Carlos Turra.

FUNCIONAMENTO
No esquema apresentado, os dejetos de animais irão para uma Unidade de Produção de Biogás, onde esartão os biodigestores. Dentro dos biodigestores, na ausência de oxigênio, as bactérias digerem a matéria orgânica (fezes) e geram biogás (mistura de 25% de gás carbônico e 75% de metano, gás altamente inflamável). Além do biogás, os biodigestores também podem gerar fertilizante e composto para a agricultura e energia elétrica para residências.

ENCAMINHAMENTOS
O próximo passo será dialogar com empresas ligadas ao segmento do agronegócio, especialmente as que operam na cadeia produtiva do leite.
Reunião com Emater, Sebrae e INovaRS, foi sediada pela Secretaria Municipal de Agricultura.