Rádio Comunitária Liberdade FM

Fone: (55) 3334-1147
E-mail: acadesca@gmail.com

Fim dos Jogos de Tóquio

08/08/2021

Dezesseis dias após a tenista japonesa Naomi Osaka acender a pira em um Estádio Olímpico de Tóquio praticamente vazio, devido a pandemia da Covid-19, foi encerrada na manhã deste domingo a XXXII Olimpíadas de Verão com uma bela festa no estádio que também serviu de cenário para a abertura. O ponto alto da festa de encerramento foi a “passagem da bandeira Olímpica” da capital japonesa para Paris, que sediará a competição esportiva daqui a três anos.

A festa de encerramento teve como lema “Mundos que compartilhamos” e abordou a inclusão, a união e a diversidade como forma de destacar os Jogos Paralímpicos de Tóquio, que iniciam no dia 24 de agosto. A cerimônia serviu ainda para ressaltar que, apesar da tragédia da pandemia de coronavírus, todos no planeta permaneceram unidos, vivendo momentos, alegrias e compartilhando emoções, sempre servindo de reflexão para o futuro.

A cerimônia iniciou com o anúncio e a entrada das autoridades na tribuna de honra e, na sequência, a bandeira do Japão entrou no estádio. Durante o hasteamento, um grupo musical de teatro de revista com mais de 100 anos, formado exclusivamente por mulheres com trajes típicos, cantou o hino.

Após a homenagem, os porta-bandeiras entraram e um vídeo com imagens dos jogos foi apresentado. Depois das lindas imagens, as delegações entraram no gramado por quatro portões diferentes, o que deu agilidade a cerimônia.

A ginasta Rebeca Andrade, medalha de ouro na prova de saltos e prata na individual geral, foi a porta-bandeira do Brasil na cerimônia de encerramento A ginasta Rebeca Andrade, medalha de ouro na prova de saltos e prata na individual geral, foi a porta-bandeira do Brasil na cerimônia de encerramento

Brasil bate recorde de medalhas

Na edição que foi ameaçada de não ocorrer e sofreu o adiamento de um ano devido a propagação do coronavírus pelo mundo, o Time Brasil fez a melhor campanha da história e terminou na 12ª posição no quadro de medalhas, com sete ouros, seis pratas e oito bronzes. O país superou a 13ª colocação da Rio 2016 e também alcançou 21 medalhas, feito inédito para os atletas brasileiros.

No desfile de encerramento, a delegação do Comitê Olímpico Brasileiro (COB) teve como porta-bandeira a ginasta Rebeca Andrade, que terminou os Jogos com ouro na prova de salto e prata na individual geral. Na 32ª edição, o Brasil levou a Tóquio 309 atletas, que disputaram 35 modalidades na capital japonesa.

Porém, apenas seis integrantes do Time Brasil desfilaram na cerimônia: os atletas Rebeca Andrade e o boxeador Hebert Conceição; Bira, o funcionário mais antigo do COB; o treinador da ginasta, Francisco Porath, que ficou em Tóquio para acompanhar a atleta; a médica Ana Carolina Corte, responsável pela área no comitê e o ex-judoca Sebastian Pereira, sub-chefe da missão brasileira na Capital japonesa.

Após o tradicional desfile das delegações, ao som de uma banda japonesa de Ska, ocorreu um número artístico para representar os moradores, os pontos turísticos e a geografia de Tóquio. A bandeira da Grécia foi hasteada para lembrar a importância do país para os Jogos e, na sequência, ocorreu a premiação das maratonas. Pela primeira vez na história, as mulheres receberam as medalhas na cerimônia.

Na continuidade da cerimônia, foram apresentados vídeos com danças típicas do Japão e uma apresentação ao vivo com uma música tradicional do país.

Olimpíada deixa Tóquio e vai para Paris

Um dos momentos mais importantes da festa foi a entrega da bandeira Olímpica que marca o fim da competição no Japão e o início de ciclo para Paris 2024. A governadora de Tóquio, Yuriko Koike, entregou a bandeira para o presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), Thomas Bach, que repassou para a prefeita de Paris, Anne Hidalgo. Assim que ela tomou posse da bandeira, Anne agitou o símbolo oito vezes, uma tradição na festa de encerramento.

A prefeita de Paris, Anne Hidalgo, recebeu a bandeira olímpica que marca o fim da cerimônia dos Jogos Olímpicos de Tóquio A prefeita de Paris, Anne Hidalgo, recebeu a bandeira olímpica que marca o fim da cerimônia dos Jogos Olímpicos de Tóquio – Foto: Gaspar Nóbrega / COB / Divulgação / CP

Na sequência, um vídeo mostrou imagens de Paris, enquanto uma orquestra executava o hino francês, a Marselhesa. O vídeo encerrou com o astronauta francês Thomas Pesquet tocando sax na Estação Espacial Internacional e com imagens de importantes locais da capital francesa e pessoas praticando esportes.

A prefeita Anne Hidalgo planeja fazer com que o símbolo olímpico recebido neste domingo circule pelo país. “Planejamos, com Tony, que esta bandeira, uma vez que chegue a Paris, possa ser hasteada na prefeitura, mas que também possa fazer uma volta da França”, disse Anne, ao lado do presidente do comitê organizador dos Jogos Paris 2024, Tony Estanguet, em um evento realizado na última semana.

Festa em Paris

Para comemorar a chegada dos Jogos Olímpicos em Paris, ocorreu um evento na praça do Trocadero, em frente à Torre Eiffel, símbolo universal de Paris, com muitos franceses carregando pequenas bandeiras.

O presidente francês Emmanuel Macron apareceu em um vídeo cercado de conterrâneos e falou o novo lema dos Jogos Olímpicos: “Mais rápido, mais alto, mais forte – juntos”. Na sequência, aviões cruzaram os céus da capital francesa soltando fumaça com as cores da bandeira.

A presidente do Comitê Olímpico de Tóquio, Seiko Hashimoto, fez o tradicional discurso de encerramento. Na sequência, Thomas Bach recebeu no palanque cinco atletas representando os continentes e fez o discurso de encerramento agradecendo aos participantes que inspiraram o resto do planeta pelos ensinamentos de solidariedade, esperança e paz.

Agradeceu ao comitê organizador e a importante participação dos voluntários para a realização dos Jogos em um período de pandemia. Bach ainda fez um chamamento à juventude do mundo para que se reúna em Paris, daqui a três anos, para a 33ª edição dos Jogos Olímpicos.

Na sequência, a pira olímpica se fechou e extinguiu o fogo olímpico. Na sequência, um vídeo apresentou os Jogos Paralímpicos de Tóquio 2021 e fogos de artifícios marcaram o encerramento dos Jogos de Verão de Tóquio, com o placar se despendido com a palavra arigato.

Os Jogos Olímpicos de Paris estão marcados para iniciar no dia 26 de julho de 2024 e encerrar no dia 11 de agosto. A organização francesa promete uma abertura inovadora e jogos “espetaculares”’ na cidade europeia.

Fonte: AFP/CP

Foto: Miriam Jeske / COB